“Alentejo não tem um único produto turístico consolidado”, afirma Ceia da Silva

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Beja deu início a um conjunto de mesas redondas sobre turismo.
Ceia da Silva, Presidente da Turismo do Alentejo, Francisco Santos, presidente da Câmara de Beja, Carlos Beato, presidente da Câmara de Grândola e José Calixto, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz foram os intervenientes na primeira mesa redonda que teve como tema as Agendas Locais de Turismo.
Ceia da Silva sustentou que todos os organismos directos e indirectamente ligados ao sector devem trabalhar de forma integrada.
O presidente da Turismo do Alentejo pretende criar um observatório de turismo na região, até ao final do mês. Perante uma plateia composta maioritariamente por alunos, o responsável pela Entidade Regional de Turismo explicou que neste momento “o Alentejo não tem um único produto turístico consolidado”.
Francisco Santos, presidente da Câmara de Beja, pensa que a cidade tem potencialidades para se transformar num importante Centro de Congressos.
O autarca não tem dúvidas que a oferta turística de Beja deve ser vista como um complemento ao Litoral Alentejano e ao Algarve.
As mesas redondas da ESTIG têm como mentora Ana Paula Figueira, responsável pela unidade curricular de “Prática Profissional I”, do Curso de Turismo da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Beja. Depois das Agendas Locais vão estar em debate, no próximo dia 17 de Março, os Apoios e Financiamentos à Actividade Turística do Instituto do Turismo de Portugal.

Acerca do Autor
- Alenproduções - Comunicação e Imagem, unipessoal, LDA. Somos uma empresa especializada na execução e conceção de projetos integrados de comunicação. Produzimos conteúdo vídeo em várias vertentes como é apresentado nesta página. Se precisar dos nossos serviços, contacte-nos através dos contactos nesta página para agendar uma reunião.