Mais de 350 professores participaram no plenario do SPZS

A Federação Nacional dos Professores rejeita a proposta do Ministério da Educação de manter a carreira dos docentes dividida em duas: professor e professor titular.

Mário Nogueira esteve esta manhã em Beja num plenário de professores que juntou mais de 350 pessoas no auditório do Nerbe em Beja.

A proposta apresentada ontem pelo governo para a revisão da carreira docente é lamentável e humilhante para os professores diz Mário Nogueira secretário geral da FENPROF. Neste plenário foram também analisadas futuras forma de luta que podem passar por uma greve ás avaliações do 3º período.
Amanhã começam as negociações entre os sindicatos e a tutela, e a Fenprof diz que a prioridade será a eliminação da divisão em categorias.

Também a Federação Nacional dos Sindicatos da Educação (FNE) defende o mesmo porque, por causa das quotas previstas para a categoria de professor titular, podem ficar de fora 2/3 dos docentes.

Comentários

comentários

Category: Reportagem
About The Author
- Alenproduções - Comunicação e Imagem, unipessoal, LDA. Somos uma empresa especializada na execução e conceção de projetos integrados de comunicação. Produzimos conteúdo vídeo em várias vertentes como é apresentado nesta página. Se precisar dos nossos serviços, contacte-nos através dos contactos nesta página para agendar uma reunião.